Centro de Saúde

Centro de Saúde

A conclusão do Centro de Saúde da Quinta do Conde observada a 15 de março do corrente ano parecia culminar um longo, estranho e controverso processo com avanços e recuos, afirmações num sentido e no seu oposto, processo que começou no já distante ano de 1991.

Infelizmente não foi assim porque decorridos quase quatro meses o edifício permanece encerrado e a prestação de cuidados primários de saúde aos trinta mil habitantes da freguesia continua a ser realizada em condições “terceiro-mundistas” num pré-fabricado com mais de 30 anos, onde o quadro eléctrico não tolera sequer mais um computador e ligar uma ventoinha significaria pulverizar o ar com partículas de corticite do teto falso.

A propósito, a Junta de Freguesia endereçou dia 14 de junho um ofício ao senhor Ministro da Saúde, que continua sem resposta, e dia 22 foi a Comissão de Utentes que convocou uma concentração de utentes junto ao novo edifício e, não obstante a promessa registada na reportagem da RTP, de abrir até ao final de junho, o edifício permanece encerrado.

Em consequência, a Junta de Freguesia, a Comissão de Utentes e alguns quintacondenses vão deslocar-se esta terça-feira, dia 3 de julho, pelas 15h00 ao Ministério da Saúde na expetativa de dizer de viva voz ao senhor Ministro que proceda à abertura do edifício, apresente um pedido de desculpas à população da Quinta do Conde e apure internamente os responsáveis pelos danos provocados aos utentes da freguesia