Ensino Secundário na Assembleia da República

Ensino Secundário na Assembleia da República

A petição sobre Ensino Secundário na Quinta do Conde que a Junta de Freguesia apresentou em 2012 na Assembleia da República vai ser apreciada no Plenário do Parlamento dia 7 de março a partir das 15h00. Desde setembro de 2012, após realizada a respetiva audição parlamentar, que este assunto aguardava agendamento. A decisão foi agora comunicado através da seguinte missiva:

“Exmo. Senhor Presidente da Junta de Freguesia da Quinta do Conde,
Encarrega-me a Excelentíssima Senhora Presidente da Assembleia da República de informar V. Exa. que, na Conferência de Lideres dos Grupos Parlamentares, efetuada no passado dia 13 de fevereiro, foi decidido agendar a apreciação em Plenário da Petição n.º 151/XII/1ª, para o próximo dia 7 de março de 2013, a partir das 15 horas. Convida-se V. Exa. a assistir e, quem mais deseje que o acompanhe, na Assembleia da República, à apreciação da Petição.”

A apreciação da Petição em reunião plenária da Assembleia da República faz-se em simultâneo com a discussão de dois projetos de resolução apresentados pelo Bloco de Esquerda (402/XII/1.ª) e pelo PCP (446/XII/1.ª).

A falta de equipamento adequado obriga mil alunos do ensino secundário a sair diariamente da Quinta do Conde para as escolas periféricas dos outros concelhos, com as inerentes consequências económicas e sociais. O persistente crescimento demográfico, sobretudo jovem, e a ampliação do ensino obrigatório para doze anos evidenciaram ainda mais a lacuna.
A Escola Secundária do Perú, anunciada há anos, para construir em terreno cedido pela Câmara Municipal de Sesimbra, destina-se aos alunos da Quinta do Conde e de Azeitão e João Carpelho, presidente da Junta de Freguesia de S. Simão, tem, também, acompanhado e apoiado todas as iniciativas com vista à eliminação dos reflexos sociais e financeiros que a indecisão do Governo acrescenta às famílias.