Quinta do Conde recebeu Campeonato Distrital de Corta-Mato

Quinta do Conde recebeu Campeonato Distrital de Corta-Mato

A Quinta do Conde recebeu pela primeira vez na história da modalidade, o Campeonato Distrital de Corta-Mato. A iniciativa resultante de uma parceria entre Junta de Freguesia e a Associação de Atletismo de Setúbal, contou com a colaboração da Câmara Municipal de Sesimbra, Associação para o Desenvolvimento da Quinta do Conde, Grupo Desportivo e Cultural do Conde 2 e Grupo 232 da Associação de Escoteiros de Portugal, constituiu um êxito que abre perspectivas de novas realizações desportivas.

O evento, realizada dia 18 de janeiro no espaço fronteiro às instalações da Associação para o Desenvolvimento da Quinta do Conde, reuniu cerca de duas centenas de atletas federados nos diferentes escalões, em representação de clubes e agremiações provenientes de diversas localidades da região, assumindo-se como uma boa jornada de divulgação do atletismo, ante a excelência das condições que o local oferece para a disputa deste tipo de provas.

Segundo Manuel Aguiar, presidente da Associação de Atletismo de Setúbal, “esta experiência revelou-se muito proveitosa, dado estarmos perante um percurso que possui muito boas condições para a prática desta especialidade, a que se associou ainda a imaculada parceria da Junta de Freguesia e a colaboração da Câmara Municipal, pelo que encaramos com grande simpatia a possibilidade de prosseguirmos a colaboração ora iniciada.”

De acordo ainda com o dirigente associativo, “a par da componente meramente competitiva, um dos objectivos da Associação é dinamizar a prática da modalidade no quadro do Distrito, em ordem a estimular o aparecimento de mais clubes e atletas, razão pela qual a realização de eventos desta natureza em zonas habitacionais com elevado número de jovens, como é o caso, visa também esse desígnio.”

Opinião semelhante manifestou Adriano Encarnação, Director Técnico da AAS, considerando que em termos desportivos, a aludida prova ficou “marcada pelo registo de óptimos resultados e aos quais não é alheia a circunstância dos atletas terem tido a possibilidade de evoluir num percurso muto bom, constituído por zonas rápidas e outras de grande exigência técnica e física, tornando assim o traçado muito equilibrado.”

Satisfeito com a forma como decorreu a competição e todos os aspectos que envolveram a sua organização, Adriano Encarnação sustenta que o êxito desta edição radica, em larga medida, “no espectacular empenho que a autarquia quintacondense lhe atribuiu, valorizando assim a prova, situação que”, defendeu, “decorre do seu presidente ter sido também praticante de atletismo e conhecer as especificidades da modalidade.”

Classificações

Infantis Femininos  (2.000m)

Bárbara Beijinha CABB     8.06
2ª Beatriz Silva CCRAM    8.09
3ª Carla Jesus  GDC          8.38

Infantis Masculinos (2.000m)

1º Pedro Fontes  QFC       7.47
2º Élvio Almeida  GDC      7.58
3º Ruben Victorino GDC      7.58

Iniciadas Femininos (3.000m)

1ª Soraia Tavares GDC      12.37
2ª Beatriz Amaral GDC      12.54
3ª Carolina Ramalho AACC     13.10

Iniciados Masculinos (3.000m)

1º Felipe Nacimento AASX     10.25
2º João Mendes  GDC      11.26
3º Ruben Cardoso CPPEA    11.30

Juvenis Femininos (4.000)

1ª Rita Ribeiro  VFC      16.59
2.ª Andreia Jesus GDPCD    18.27
3.ª Sofia Meireles GRQL     18.43 

Juvenis Masculinos (5000m)

1º David Fortes  JAMBSC   18.59
2.º Cláudio Ribeiro GDC      18.30
3º Guilherme Fernandes GDC      18.40

Juniores / Seniores Femininos (5000m)

Inês Almeida  GRQL     23.08
2ª Isabel Maldonado GRQL     23.30
3ª Diana Varela  GRQL     24.34

Juniores Masculinos (8000m)

1.º Tiago Silva  CPPEA  27.28
2.º João Fontinha  CPPEA  29.45
3.º Filipe Rebelo  CPPEA  29.54

Seniores Masculinos (8000m)

1º Nelson Cruz  CPPEA    26.54
2º Ivo Mota  CABB     28.24
3º Ricardo Abreu CPPEA    28.35