Maçã da Quinta – Doce típico da região da Quinta do Conde

Maçã da Quinta – Doce típico da região da Quinta do Conde

A Junta de Freguesia procedeu ao registo da marca “Maçã da Quinta” como “doce típico da região da Quinta do Conde”. Cremos que estão reunidas as condições para a confeção intensiva deste produto, muito apreciado pela sua qualidade e singularidade.

O início deste processo remonta a 2014. Com efeito, a consciência de que a afirmação da Quinta do Conde passa, também, pela promoção dos seus valores e potencialidades, a Junta de Freguesia inscreveu então em plano de atividades, em consonância com o programa eleitoral maioritariamente sufragado, a intenção de “estabelecer parcerias para a criação de um doce regional que se identifique com a Quinta do Conde”. Nesse sentido articulou com a Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, sendo que os processos com este estabelecimento de ensino, desenvolvidos em 2014 e 2015, não foram totalmente concluídos, não obstante a qualidade dos trabalhos então degustados.

Integrado nas comemorações do 42.º Aniversário do 25 de Abril, a Junta de Freguesia da Quinta do Conde em parceria com a APEBIC – Associação de Pais da Escola Básica Integrada da Quinta do Conde, organizou o concurso “Quinta Doce” entre os alunos do terceiro ciclo dos Agrupamentos de Escolas da Quinta do Conde que visava, designadamente: “Criar um produto de referência para produção intensiva e respetiva comercialização, que possa ser a “cara” do concelho na área da doçaria, agindo mesmo como agente de promoção associado à marca “Quinta do Conde”, a exemplo do que já acontece noutros territórios”.

Os trabalhos apresentados a concurso foram avaliados e classificados, tendo sido vencedor o que foi executado pelos alunos da EBIQC, Cátia Batista e Rafael Condinho, com a designação de “Maçã da Quinta”, com a receita e modo de preparação que se seguem.

Receita
– 9 maçãs,
– 50g de vaqueiro para bolos,
– 50g de açúcar,
– 50g de farinha,
– 1 ovo,
– Raspa de ¼ de limão,
– 1 colher de chá de fermento.

Modo de preparação
Lavar, descascar e desbastar por dentro as maçãs, com muito cuidado, pois elas irão fazer de forma; À parte, bater o ovo com o açúcar até fazer um creme muito fofo; Juntar a vaqueiro para bolos derretida, a raspa do limão, a farinha e o fermento. Passar cada uma das maçãs por açúcar, apenas a parte exterior, e colocadas sobre um tabuleiro com papel vegetal. Encher as maçãs com o preparado do bolo até dois terços; Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC até que o palito saia seco (aproximadamente 45 minutos).

No processo de registo da marca a Junta de Freguesia contou com a colaboração de Domingos Vaz e do Gabinete de Apoio ao Empresário da Câmara Municipal de Sesimbra.