Arte em Rede trouxe à Quinta do Conde a história de várias histórias de viagem

Arte em Rede trouxe à Quinta do Conde a história de várias histórias de viagem

O anfiteatro da Cova dos Vidros recebeu nos dias 16 e 17 de junho “A viagem”, espetáculo de teatro de rua concebido pela Companhia Radar 360, um projeto cultural tendente a fortalecer e as relações de bairro, ao invés de retirar os jovens do meio a que pertencem.

Promovido pela Arte em Rede, o espetáculo alia as técnicas do teatro à utilização de vários outros recursos, entre eles, a utilização de meios multimédia, dança, música e a expressão plástica, para contar uma história constituída pela história de cada um dos seus jovens intérpretes.

Escrito e concebido pelos próprios participantes, o elenco, constituído por quatro actores profissionais e dez jovens que nele realizam a sua formação/estágio, o qual inclui uma jovem quintacondense, visa, segundo Julieta Rodrigues, diretora artística do coletivo responsável pela sua execução, fomentar a denominada escrita de bairro e o desenvolvimento de competências artísticas, susceptível de os dotar de ferramentas que lhes permitam perspectivar o futuro com maior confiança.

De acordo com a responsável artística do projecto “o cruzamento destas disciplinas, conduziu-nos a uma linguagem híbrida onde a criatividade funciona a 360º. O trabalho da Companhia tem sido desenvolvido no campo da pesquisa do corpo teatral, da manipulação de objectos e da utilização de maquinaria de cena. A ocupação do espaço público, a aproximação das manifestações artísticas às pessoas e a utilização de espaços não convencionais para a realização dos nossos projectos, são o nosso habitat natural”.

A realização dos dois espectáculos que tiveram lugar na freguesia por iniciativa da Arte em Rede, associação cultural constituída pelos municípios de Almada, Barreiro, Moita, Oeiras, Santarém e Sesimbra, contou com a colaboração da Junta de Freguesia da Quinta do Conde.