A Freguesia: Caracterização

A Quinta do Conde hoje

A Quinta do Conde é hoje – em termos populacionais – a maior freguesia do concelho de Sesimbra e, também, a mais jovem, pois só foi constituída em 1985. Tem 30 mil habitantes, localiza-se no coração da Península de Setúbal e comporta, para além da sede que lhe dá o nome, os núcleos designados por Casal do Sapo, Fontaínhas, Courelas da Brava, Ribeira do Marchante e o condomínio Quinta do Peru.

O crescimento e o desenvolvimento da localidade garantiu-lhe o estatuto de Vila em 1995 e transformou-a no centro aglutinador da região, tanto no sector comercial como na prestação de serviços.

O desenvolvimento referido deveu-se em parte à iniciativa municipal, através da abertura de uma delegação municipal no início da década de oitenta do século passado e com a construção da rede de distribuição de água, da rede de saneamento e tratamento de resíduos, da rede de arruamentos asfaltados, e observada na edificação de escolas, do Mercado Municipal, do Pavilhão Gimnodesportivo, do Anfiteatro da Boa Água, do Cemitério Municipal, do Parque da Vila (o maior espaço verde tratado do concelho) e de inúmeras áreas verdes de menor dimensão. Mas, este desenvolvimento deveu-se também ao sector privado com a edificação de moradias, a criação de serviços, oficinas, armazéns abastecedores, restaurantes, superfícies comerciais, um cartório notarial, três farmácias, várias clínicas médicas e diversos balcões bancários que apelam a novos residentes e à procura destes serviços por habitantes circunvizinhos. A proximidade à Autoeuropa, à cidade de Lisboa e a outros centros proporcionadores de emprego adita à Quinta do Conde outro tipo de atractividade.