Fundadores da ADQC 40 anos depois

Fundadores da ADQC 40 anos depois

Volvidos 40 anos sobre a data da primeira reunião formal tendente à criação da Associação para o Desenvolvimento da Quinta do Conde, alguns dos seus fundadores voltaram à instituição para celebrar a efeméride e recordar histórias e episódios de um tempo, que permanece vivo na memória dos seus protagonistas.

O encontro, realizado a 3 de Agosto, por iniciativa conjunta da Junta de Freguesia e da Direção da coletividade, visou, a um tempo, assinalar tão importante acontecimento na história da vida colectiva dos quintacondenses, decorrente da fundação da mais antiga das suas agremiações e, a outro, lançar um olhar retrospectivo sobre o percurso efectuado pela localidade até aos dias de hoje.

Instituída com o objectivo de atender às necessidades resultantes do processo urbanístico que à época que registava e, em particular, à supressão das carências que então se verificavam em matéria de infra-estruturação básica, assim como nos domínios do abastecimento de água, luz e recolha de lixo, a referida colectividade só numa fase posterior da sua existência acabaria por se dedicar ao fomento da prática desportiva, embora essa também tivesse sido uma das intenções que mobilizaram os seus fundadores.

No decurso do aludido convívio, Vítor Antunes, Presidente da Junta de Freguesia, recordou alguns dos momentos que marcaram o período inicial da citada associação, salientando o grau de dedicação que exigiu a cada um dos seus elementos, cuja determinação foi capaz de superar as vicissitudes com que se deparavam.

Neste contexto, frisou o autarca, “apesar das preocupações serem muitas e as carências não serem menores, se analisarmos retrospectivamente estes 40 anos, facilmente concluímos que a ADQC se constituiu, num dos parceiros indutores do desenvolvimento que actualmente se observa na Quinta do Conde”.

Por seu turno, João Ferreira, sócio nº 1 da agremiação e seu primeiro presidente, deu conta da sua satisfação pela realização do aludido encontro, congratulando-se com a sua concretização, sobretudo por  “não deixar passar em claro uma data relevante na história da comunidade”, instigando ainda os continuadores “da obra que em 3 de Agosto de 1974 iniciámos, a prosseguirem a sua actividade”, fazendo votos de que “ não esmoreçam no seu labor”.

No decurso do encontro, marcado pela informalidade e pela boa disposição, também Afonso Pinheiro, outro dos elementos do grupo fundador presentes nesta evocação, recordou vários momentos da existência inicial da colectividade, salientando o facto da “associação ter tido bons continuadores da obra a que metemos ombros,” pelo que expressou o seu reconhecimento “pelo trabalho que têm sido capazes de lavar a efeito”. Por isso, referiu, “afigura-se-me que a Quinta do Conde não têm de se envergonhar de ser filha de pai incógnito”.

Na ocasião, Joaquim Tavares, atual presidente da Direção da citada agremiação quintacondense, congratulou-se com a celebração da data, salientando que “embora as preocupações dos fundadores sejam muito diferentes das que hoje marcam o quotidiano da colectividade, o espírito de servir a comunidade continua a ser o mesmo”.

Vocacionada actualmente para o fomento da prática desportiva, designadamente através do futebol, modalidade na qual possui 23 equipas em diversos escalões e através das quais mobiliza cerca de três centenas de atletas que participam em competições oficiais e não oficiais, a ADQC dispõe ainda de Karaté e classes de Zumba e Capoeira.

ADQC 01