Concerto de Ano Novo evidenciou trabalho desenvolvido pelos agentes locais

Concerto de Ano Novo evidenciou trabalho desenvolvido pelos agentes locais

A Escola Básica nº 3 da Quinta do Conde acolheu este ano, o Concerto de Ano Novo, uma iniciativa da Junta de Freguesia promovida com o intuito de formular votos de um bom ano aos habitantes da localidade e reafirmar os traços identitários que caracterizam a comunidade local.

O evento, realizado na tarde de 10 de Janeiro, constituiu um excelente pretexto para dar a conhecer alguns exemplos do trabalho que tem sido desenvolvido no domínio do ensino e fruição musical por diversos agentes culturais da freguesia, contando para o efeito com a participação de vários agrupamentos afectos a entidades e associações quintacondenses.
Iniciado com a surpreendente actuação da Orquestra Geração, projecto desenvolvido pelo Agrupamento de Escolas da Boa Água em colaboração com a autarquia e a Escola do Conservatório Nacional de Música, coordenado por Vanessa Silveira que, sob a direcção de Pedro Sampaio, interpretou temas de alguns dos mais consagrados autores da denominada música clássica e cuja qualidade e o empenho evidenciado pelos seus elementos colheu o agrado da assistência.

O programa desta edição reuniu ainda as participações do Grupo de Concertinas dos Redondos, que interpretou temas do seu repertório, constituído por viras, chulas e malhões; do TreeBoys, agrupamento afecto ao Fundo de Apoio Social aos Caboverdeanos em Portugal e do Grupo Coral Voz do Alentejo, que interpretou diversas modas tradicionais Alentejanas e alguns temas do cancioneiro de Natal características daquela região do país.

No decurso do espectáculo, Vítor Antunes, Presidente da Junta de Freguesia da Quinta do Conde, saudou os presentes, em particular os professores e alunos que tomaram parte nesta iniciativa, quer pelo entusiasmo patenteado na sua exibição, quer pelo trabalho desenvolvido no domínio do ensino da música.

Para o autarca quintacondense, “esta iniciativa, levada a efeito com o movimento associativo e a comunidade educativa, constitui um momento de partilha de conhecimentos, que possibilita dar a conhecer o que de melhor se faz na localidade em matéria de formação e fruição musical”, razão pela qual reiterou a disponibilidade de referida Junta para continuar a lutar pera construção de uma escola secundária na localidade.

Segundo ainda Vítor Antunes, “outra das preocupações que mobilizam a autarquia em 2015, prende-se com a luta contra a chamada reforma da justiça, a qual não serve os interesses da população, dado que ao invés de a aproximar dos cidadãos a coloca cada vez mais longe, obrigando os habitantes do concelho a deslocarem-se para Alcácer do Sal. para verem resolvidos os seus diferendos.”

Apesar de tudo isto, referiu ainda o líder da Junta de Freguesia da Quinta do Conde, “fazemos votos de que o ano que ora se iniciou não seja aquilo que se anuncia, mas aquilo que todos nós queiramos que seja, contando para tanto com o apoio dos habitantes desta terra, “ concluiu.

Concerto Ano Novo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Concerto A Novo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Concerto 1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Concerto 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Concerto 3