Jornadas Ecologistas na Quinta do Conde

Jornadas Ecologistas na Quinta do Conde

Esta terça-feira, dia 3 de fevereiro, o Partido Ecologista “Os Verdes” promoveu no concelho de Sesimbra as suas Jornadas Ecologistas. Estas jornadas visaram, por um lado, os problemas ambientais, sociais e culturais que põem em causa um desenvolvimento equilibrado do país e da região, e por outro, opções, intervenções ou potencialidades positivas que merecem ser valorizadas por contribuírem para uma melhor qualidade de vida das populações.

Nas Jornadas Ecologistas “Os Verdes” assinalam as questões negativas com um girassol laranja e triste e as questões positivas com um girassol verde e alegre.

No concelho de Sesimbra os temas que mereceram nota positiva (Girassol alegre), foram as obras de saneamento que a autarquia promoveu na freguesia do Castelo e em todo o concelho, que em muito contribuem para a qualidade de vida das populações e a requalificação da Fortaleza de Santiago.

Por outro lado, “Os Verdes” viram negativamente, assinalando-as com Girassol triste, a necessária e urgente requalificação do edificado do Cabo Espichel, a revisão do POPNA, e o adiamento da construção da escola secundária na Quinta do Conde.

O presidente da Junta de Freguesia da Quinta do Conde, que acompanhou a delegação de “Os Verdes” (composta pelo deputado José Luís Ferreira, dirigentes nacionais e locais e eleitos locais) recordou que em matéria de ensino a juntar ao dramático problema que a falta da escola secundária representa, a ausência de mapa de pessoal não docente no Agrupamento de Escolas da Boa Água e a ausência de manutenção nas salas de aula dos segundo e terceiro ciclos da Escola Básica Integrada da Quinta do Conde, constituem outras inquietações da autarquia.