Voluntários plantaram árvores na Várzea

Voluntários plantaram árvores na Várzea

Mais de centena e meia de voluntários, na sua maioria funcionários de uma empresa ligada à montagem e gestão de operações comerciais, plantaram na manhã de 28 de Fevereiro, cerca de quatrocentas árvores de espécies características da nossa região, no corredor ecológico da Várzea da Quinta do Conde.

A iniciativa, inserida no âmbito do projecto de florestação da zona envolvente à Ribeira de Coina, desenvolvido pela Câmara Municipal de Sesimbra, em colaboração com a Junta de Freguesia da Quinta do Conde e gerido pela Associação Anime, contou ainda com a colaboração da Quercus e várias associações locais.

De acordo com Paulo Rato, dirigente da entidade gestora do aludido espaço, “esta constitui a primeira de um conjunto de outras acções a realizar, até ao final de Março, no interior da localidade, visando a plantação de 4600 árvores autóctones da região da Arrábida, nas quais participarão não apenas as entidades ligadas ao projecto, mas também escolas e associações da Freguesia.”

Segundo ainda o dirigente associativo, o objectivo dessas plantações visa “a criação de corredores ecológicos no interior da Vila, permitindo assim proteger os ecossistemas e biodiversidade urbana, melhorar a sua função e disponibilizar mais serviços, promover o bem-estar e suportar o desenvolvimento de uma economia verde e de uma gestão sustentável do solo e da água.”

Para Pedro Sousa, responsável da Quercus, a citada iniciativa, “ integra-se no quadro do projecto ‘Floresta Comum’, tendente a incentivar a reflorestação com espécies autóctones, fomentando a criação de uma floresta com altos índices de biodiversidade e de produção de serviços ecológicos, fazendo chegar os conhecimentos e as árvores às pessoas e instituições que têm a disponibilidade e vontade de intervir.”

Tomando parte da mencionada iniciativa, Sérgio Marcelino, vereador da Câmara Municipal de Sesimbra, agradeceu a colaboração de todos quantos se disponibilizaram para participar nesta jornada de trabalho, salientando que a mesma se insere na dinamização desta margem do Rio Coina e na criação de um viveiro de plantas que possam depois ser transplantadas para outras áreas da Freguesia.”

A Junta de Freguesia da Quinta do Conde, representada na receção aos participantes pelo seu secretário, Carlos Pólvora, apoiou logisticamente o evento.

Floresta Comum 2014