25ª edição da Feira Festa realçou vitalidade da Freguesia e da sua identidade

25ª edição da Feira Festa realçou vitalidade da Freguesia e da sua identidade

Um espetáculo e fogo-de-artificio, antecedido da atuação da cançonetista Romana, concluiu os dez dias de diversão e música, proporcionados pela 25ª edição da Feira Festa, cuja programação privilegiou os artistas portugueses e, em particular, a denominada prata-da-casa.

Apresentando uma programação diversificada, alicerçada predominantemente na actuação de grupos de música sediados na freguesia ou em localidades da região, o evento, motivou, contudo, o interesse de largos milhares de pessoas que se associaram aos festejos, emprestando, com a sua presença, um maior colorido este acontecimento que marca o calendário da Quinta do Conde nesta época no ano.

O espectáculo de encerramento desta edição contou com a prestação da cançonetista Romana e após este, numa breve cerimónia que antecedeu o lançamento do fogo de artifício, Afonso esteves, presidente da Comissão Organizadora, manifestou satisfação pela concretização deste acontecimento, levado a efeito de forma ininterrupta à 25 anos, não obstante as limitações financeiras com que anualmente se confronta a comissão promotora, o que só têm sido possível, sublinhou, “devido ao apoio lhe a Câmara Municipal de Sesimbra e a Junta de Freguesia e o comércio local anualmente lhe concedem”.

Na ocasião Vítor, Antunes, Presidente da Junta de Freguesia congratulou-se com o sucesso registado em mais uma edição do aludido acontecimento, mau grado algumas contrariedades provocadas pelo mau tempo que se fizeram sentir em alguns dos dias do evento.

Para o autarca quintacondense, “esta iniciativa festiva, realizada há 25 anos na Quinta do Conde, fez-se, tal como as anteriores, com os meios disponíveis, logo, apenas com os recursos que sabíamos que tínhamos, razão pela qual sabemos também que no fim dos festejos não haverá contas por saldar”.

Agradecendo igualmente colaboração prestada pela GNR e pelos Bombeiros Voluntários de Sesimbra para a segurança do evento, assim como a várias agremiação e instituições de solidariedade social da freguesia, Vítor Antunes, congratulou-se ainda com a expressiva adesão dos quintacondenses a mais esta edição do certame, e à petição que irá ser entregue na Assembleia da República exigindo a construção de uma escola secundária que sirva os jovens na localidade.

Concluindo o período de intervenções, Augusto Pólvora, Presidente da Câmara Municipal de Sesimbra saudou a população e a comissão organizadora da Feira Festa quer pela capacidade evidenciada ao longo deste quarto de século, quer pelo facto de a sua realização constituir “uma relevante ajuda à construção da identidade desta localidade e ao dinamismo que os seus habitantes e as suas colectividades exibem quotidianamente.”