Faleceu João Favinha

Faleceu João Favinha

João Favinha faleceu dia 5 de outubro no Hospital de São Bernardo em Setúbal. O corpo permanecerá em câmara ardente na Igreja de Nossa Senhora da Boa Água de terça-feira 6 de outubro às onze horas até quarta-feira 7, às dez horas, hora do funeral.

Consternada com o inesperado desaparecimento de tão ilustre figura local, a Junta de Freguesia da Quinta do Conde fixou dois dias de luto (durante os quais a bandeira na sede da autarquia estará a meia haste) e endereçou sentidas condolências aos entes próximos, particularmente à esposa e filhos.
João José Favinha Doidinho nasceu na freguesia de Salvador, Serpa, em 16 de janeiro de 1940. Esteve emigrado na Holanda e quando regressou a Portugal fê-lo para a Quinta do Conde. Abriu um café (Convívio 78) e iniciou intensa participação cívica, designadamente nas comissões de moradores, particularmente activas à época.

Fundador, sócio n.º1 e presidente da Direcção do Grupo Desportivo e Cultural do Conde 2, foi um dos principais responsáveis pela criação do núcleo do Partido Socialista na Quinta do Conde. Em 1993 encabeçou a lista de candidatos do PS à Assembleia de Freguesia da Quinta do Conde e venceu com maioria absoluta. Antes do final do mandato desvinculou-se do Partido Socialista e concorreu às eleições seguintes com uma lista de independentes que obteve 20% dos votos na eleição para a Assembleia de Freguesia. A amizade pessoal que estabeleceu com Augusto Pólvora, entre outros motivos, levaram-no a Mandatário das candidaturas da CDU no concelho de Sesimbra nas eleições autárquicas de 2009 e 2013.

Integrou em sucessivos mandatos os corpos sociais do Centro Cultural, Social e Recreativo A Voz do Alentejo na Quinta do Conde, sendo à data do seu falecimento presidente da Direção. Associado interventivo em várias outras instituições, designadamente na Associação para o Desenvolvimento da Quinta do Conde, no Centro Comunitário da Quinta do Conde e no Núcleo da Quinta do Conde do Sporting Clube de Portugal. Todavia, não obstante tão ampla e cívica participação foi a presidência da Direção da Cercizimbra, durante quase três décadas – a dimensão da obra realizada nesse período e o modo como foi executada – que o notabilizou no concelho.

Ante a devoção a esta causa, a Câmara Municipal de Sesimbra distinguiu-o em Maio de 2006 com a medalha de Mérito Municipal. Também a Junta de Freguesia da Quinta do Conde lhe atribuiu em 9 de outubro de 2013, a Medalha de Mérito da Freguesia.