Orquestra Ligeira do Exército no Parque da Vila

Orquestra Ligeira do Exército no Parque da Vila

Dia 28 de maio, pelas 21h30, no Parque da Vila, uma das melhores orquestras ligeiras do país realiza um concerto na Quinta do Conde, por iniciativa da Câmara Municipal de Sesimbra.

Com sede na Unidade de apoio do Comando da Logística em Paço de Arcos, a Orquestra Ligeira do Exército iniciou as suas atividades em 1976, sucedendo a um agrupamento musical militar criado na então Região Militar de Lisboa que, no início dos anos 70, fez furor num programa radiofónico da RDP – “Alerta Está!”. Dois anos depois, foi oficializada por Decreto – Lei para representar o Exército Português e colaborar com os outros ramos das Forças Armadas e com Entidades e Organismos Civis.

A sua estrutura, em género Big-Band, é composta por cinco saxofones (flauta, clarinete), quatro trompetes (fliscorne), quatro trombones, dois teclados, duas violas, bateria, percussão e três vocalistas. Ao longo dos anos tem-se apresentado assiduamente nas mais prestigiadas salas de espetáculos do País e com os mais variados artistas e convidados do panorama musical nacional e internacional. Executando composições de música ligeira, a OLE tem procurado incrementar o gosto pela música nacional, desenvolvendo para o efeito um trabalho de recolha, instrumentação e difusão de temas de raiz popular, sendo hoje considerada uma verdadeira “embaixadora” do Exército Português junto da sociedade militar e civil, contribuindo significativamente para a afirmação e valorização do nosso património cultural. Para além disso, vários compositores, orquestradores e arranjadores têm tido ao longo dos anos uma relação estreita com a OLE agraciando-a com temas originais e exclusivos que não raras vezes dão origem a arranjos e orq
uestrações executadas por inúmeros agrupamentos musicais portugueses. A Orquestra Ligeira do Exército é fortemente solicitada para atuar nos mais variados eventos festivos, realizando dezenas de espetáculos ao longo do ano. No entanto, o seu currículo não se resume às fronteiras nacionais tendo já efetuado múltiplos concertos no estrangeiro, especialmente dirigidos às Comunidades Portuguesas e Forças Nacionais Destacadas, efetuando uma digressão por terras de França e Andorra bem como ao Teatro de Operações da Bósnia, o que constituiu um factor de importante proximidade entre Portugal e as suas Comunidades (civis e militares) estabelecidas naqueles países, contribuindo assim para reafirmar a imagem de um Portugal desenvolvido e moderno. Possui dois registos discográficos, sendo o último gravado num espetáculo ao vivo na Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa. A Orquestra Ligeira do Exército está agraciada com a Medalha de Serviços Distintos grau Ouro.

2016.05.28 Orquestra L Exército