Sem votos contra Assembleia de Freguesia aprovou Atividades e Orçamento da Junta para 2018

Sem votos contra Assembleia de Freguesia aprovou Atividades e Orçamento da Junta para 2018

Instrumento determinante da intervenção da Junta em cada ano civil, a Assembleia de Freguesia da Quinta do Conde aprovou, sem qualquer voto contra, as Grandes Opções do Plano para 2018, vulgarmente denominadas de plano de actividades e orçamento.

A decisão tomada a 7 de dezembro, no decurso da primeira sessão ordinária do actual mandato autárquico, reitera assim a prossecução do trabalho desenvolvido pelas equipas que têm dirigido os destinos da freguesia nos últimos anos, visando a melhoria da qualidade de vida dos seus habitantes.

Orçado em cerca de 450 mil euros, o referido documento estabelece as prioridades de actuação da autarquia quintacondense nos próximos tempos, salientando-se as áreas da educação e ensino; cultura e património; acção social; habitação e saúde; a par do planeamento e requalificação urbanística, ambiente e espaços verdes, mas, também, no domínio do trânsito e mobilidade, segurança e protecção civil.

Trata-se, de acordo com Vítor Antunes, presidente da referida junta, “de um documento que dá continuidade à atuação que caracterizou a intervenção da Junta em mandatos anteriores; prevê a execução de um conjunto de obras, entre elas, de um parque canino e a criação de vários serviços, ao mesmo tempo que reivindica outras junto das respectivas entidades, como são os casos, da escola secundária, lar de idosos e novo centro de saúde.”

Tudo isto, diz, ainda o autarca quintacondense, “sem deixarmos de prosseguir a nossa luta visando a eliminação da injustiça que é feita a esta autarquia em sede de Fundo de Financiamento das Freguesias, da qual resulta que, sejamos a localidade que, a nível nacional, menos valor recebe por habitante”.

Ao longo dos trabalhos, os membros do órgão deliberativo da Freguesia apreciaram ainda o relatório de actividades desenvolvidas pela Junta entre setembro e novembro, tendo o presidente do Executivo prestado alguns esclarecimentos suscitados pelas diferentes forças políticas representadas na aludida Assembleia.

A par destes assuntos, a citada sessão contemplou ainda a aprovação de um voto de pesar pelas vítimas dos incêndios ocorridos este ano no nosso país, um voto de louvor às corporações de bombeiros que contra eles lutaram; um voto de boas festas a todos os habitantes; diversas recomendações acerca de vários temas de interesse para a localidade; saudações alusivas ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, Dia Mundial de Luta Contra a Sida; Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher e uma moção reivindicando vários equipamentos sociais para a localidade.