115 anos dos Bombeiros de Sesimbra assinalados com quatro novas viaturas

115 anos dos Bombeiros de Sesimbra assinalados com quatro novas viaturas

O baptismo de quatro novas viaturas de transporte de doentes, uma das quais denominada Junta de Freguesia da Quinta do Conde, assinalou a passagem do 115º. aniversário da criação da Real Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Sesimbra.

Os referidos veículos, adquiridos com o apoio de várias entidades, entre elas, a Junta de Freguesia quintacondense, visam a renovação do parque automóvel da corporação e a consequente melhoria dos serviços prestados à população.

A efeméride ocorrida a 12 de Agosto, incluiu ainda a promoção de vários elementos do corpo activo e a atribuição de medalhas aos que completaram “números redondos” (15, 20 anos…) de serviço em prol  dos seus concidadãos.

No decurso da cerimónia, que reuniu representantes da Câmara Municipal de Sesimbra, Assembleia Municipal, Comando Distrital da Protecção Civil, Liga dos Bombeiros Portugueses, Federação dos Bombeiros do Distrito de Setúbal e corporações congéneres, o presidente da Direção da agremiação aniversariante teceu alguns reparos quanto ao modo como alguns agentes económicos sesimbrenses afectos ao sector da restauração, olham para a instituição, negando-lhe qualquer tipo de apoio.

De acordo com Fidelino Pereira, “é incompreensível que o ramo de atividade comercial que mais proventos obtém e dos que mais implica os serviços dos soldados da paz, seja aquele que menos contribui para a manutenção e o normal funcionamento desses serviços”, lamentou.

Encerrando o evento, Francisco Jesus, Presidente da Câmara Municipal de Sesimbra congratulou-se com a efeméride, assinalando igualmente que “os desafios que hoje se colocam aos soldados da paz exigem que este tipo de instituições tenham sempre um corpo efectivo preparado para responder a qualquer ocorrência, situação que não se compadece  com a falta de meios que caracteriza o seu dia-a-dia”.

Nesse sentido, segundo o líder camarário, “é intenção da edilidade promover a aprovação de um regulamento que estabeleça incentivos fiscais tendentes a motivar o tecido económico a apoiar a estas entidades, assim como estimular o ingresso de associados.”

Para além disso, referiu ainda o autarca, “estamos a equacionar a possibilidade de estudar com a Direção da instituição, a relocalização do quartel, em ordem a obviar aos actuais constrangimentos, conferindo maior eficácia e eficiência aos serviços que presta à população do concelho.”

Vítor Antunes, presidente da Junta de Freguesia da Quinta do Conde, representou esta entidade no evento e confidenciou a sua satisfação pelo reconhecimento dos Bombeiros à Autarquia, acrescentando que ela resulta do papel desta Junta na criação de uma Unidade Local de Proteção Civil e na realização conjunta de atividades com o fim de incentivar a participação dos quintacondenses na vida desta insubstituível corporação, a definir em reunião entre as partes a realizar em breve.