Diversão e solidariedade na Festa de Natal

Diversão e solidariedade na Festa de Natal

Durante três dias o Parque Vila, sala de visitas da Quinta do Conde, constituiu o polo de atração dos quintacondenses e de quem a visitou, devido à realização da Festa de Natal da localidade, evento que concitou o interesse ou a curiosidade vários milhares de pessoas.

Organizado de 7 a 9 de Dezembro pela Junta de Freguesia, de parceria com a Câmara Municipal de Sesimbra e o apoio técnico da empresa “Trás Eventos”, a iniciativa visou proporcionar aos habitantes locais, momentos de diversão e a possibilidade de efetuarem algumas das compras que caraterizam esta época do ano, assim como alguns momentos de solidariedade.

Constituída por cerca de quarenta stands, contemplando um vasto leque de produtos, que incluía presépios, artigos de chocolate, bolos, artesanato, mel, chás, bijutaria, artigos de cabedal, ou licores, entre outros, incluiu ainda um espaço para os mais jovens com a instalação alguns equipamentos de entretenimento, nomeadamente, carrossel, pista de carrinhos de choque ou tapetes voadores.

Entre os vários expositores que marcaram presença na referida iniciativa com o intuito de mostrar o resultado do trabalho efetuado pelas formandas de um curso de costura e modelagem que desde Abril decorre na Freguesia, no quadro dos programas de formação do Instituto do Emprego e Formação Profissional colocados à disposição dos cidadãos em situação de desemprego, encontrava-se Ana Paula Parra, formanda do aludido curso, que se manifestou muito agradada com a oportunidade que lhes foi concedida.

De acordo com a formanda do citado curso, realizado com o apoio da edilidade sesimbrense e a colaboração da Modatex, empresa que a partir do próximo mês abrirá as suas portas para e realização de um estágio profissional a algumas das frequentadores da citada ação de formação, “a circunstância de nos permitirem apresentar graciosa e publicamente parte do portefólio das peças que elaborámos no longo destes meses, constitui uma montra privilegiada tendo em vista a divulgação das nossas capacidades e a consequente abertura de portas para o futuro.”

A par da vertente comercial associada à época festiva que atravessamos, a referida festa, assumiu, igualmente, uma componente solidária, como aliás, também é caraterístico da quadra, realçada, de resto, na existência de uma mostra de doces tradicionais, levada a efeito com a colaboração de várias pastelarias locais, tendente à angariação de fundos para uma instituição social da freguesia, sendo que desta feita a receita reverteu para APPDA – Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo.

Para Jorge Bernardo, presidente da direção da agremiação beneficiária, “é uma enorme satisfação que registamos, o convite para estarmos pela primeira vez numa iniciativa desta dimensão, e por essa via apresentarmos a instituição aos habitantes da Quinta do Conde, Freguesia onde temos estado a desenvolver alguma atividade, mas sobretudo a generosidade expressa na decisão de nos atribuírem a receita proveniente da Mostra de Doces”.

Na opinião do dirigente da APPDA “trata-se de um gesto que aumenta o nosso sentimento de que efetivamente fazemos parte desta comunidade, concorrendo sobremaneira para nos estimular a aprofundarmos a nossa intervenção no tecido social desta localidade.”