Crianças e jovens invadem de fantasia coração da Quinta do Conde

Crianças e jovens invadem de fantasia coração da Quinta do Conde

Cerca de três mil crianças e jovens afectos aos estabelecimentos da rede pública e privada de ensino e Instituições Particulares de Solidariedade Social da Quinta do Conde encheram de cor e fantasia uma das principais artérias da Freguesia.

Uma festa. Pianos, soldadinhos de chumbo, índios, ceifeiras, camponesas, ganhões, mandarins, gueixas, agentes da GNR, flores, joaninhas e palhaços, entre outras figuras que caracterizam o imaginário infantil, tomaram conta de uma das avenidas centrais da localidade na manhã de 1 de Março.

A iniciativa, promovida anualmente pela Câmara Municipal de Sesimbra de parceria com a Junta de Freguesia, constitui uma manifestação de criatividade e graciosidade evidenciada por crianças e jovens, mas, também, uma ocasião para chamar a atenção dos adultos para alguns dos temas da actualidade, como a preservação do ambiente, ou para sublinhar alguns aspectos relevantes na formação da identidade local.

A participação, este ano, de um grupo coral alentejano e a interpretação de alguns temas do seu repertório, a par de se assumir como algo suí-géneris num desfile de Carnaval, acabaria, afinal, por realçar essa vertente identitária, conferindo ao evento uma inovação, de todo, surpreendente.

Segundo Felícia Costa, vereadora titular do pelouro da educação da autarquia sesimbrense, a realização do aludido desfile, “vai para além do cumprimento de um mero ritual que o calendário impõe, pois, reveste-se de uma forte componente pedagógica desenvolvida nas escolas, pelos professores, visando a preparação dos temas que trazem à rua e o correspondente trabalho sensibilização que lhe está subjacente.”

Isso mesmo voltou, mais uma vez, a ocorrer, devido à concepção de um significativo número de fantasias realizadas com recurso à reciclagem de diversos materiais, nomeadamente plástico e cartão, materiais que salientam a preocupação com que as novas gerações olham para estas importantes questões que mobilizam a comunidade mundial e os desafios com que ela se confronta.