Eleitos da Freguesia percorreram a Quinta do Conde em jornada de trabalho

Eleitos da Freguesia percorreram a Quinta do Conde em jornada de trabalho

Uma extensa jornada de trabalho que se estendeu ao longo de todo o dia, marcou a primeira visita feita no actual mandato pelos membros das várias forças políticas que integram a Assembleia de Freguesia da Quinta do Conde, promovida com intuito de conhecerem “in loco”, o conjunto de realizações efectuadas ou projectadas para as diferentes zonas da localidade.

A iniciativa levada a efeito a 27 de Abril, procurou, por isso, percorrer, a generalidade do território da freguesia, em particular, as áreas onde tiveram lugar intervenções de carácter urbanístico, com a criação de equipamentos de natureza desportiva, lúdica ou ambiental, ou para os quais está prevista a execução de projectos nos domínios da educação, cultura, ambiente e mobilidade, assim como em matéria de infra-estruturas básicas.

Entre os locais visitados, figuraram o terreno disponibilizado pela Câmara Municipal de Sesimbra para a construção do quartel das forças de segurança, o espaço onde serão instalados o futuro pavilhão multiusos e um auditório com capacidade para 200 lugares, inicialmente previsto para a escola básica nº 2 mas cujo funcionamento levantaria, por vezes, alguns dificuldades, devido às actividades lectivas, acabou por ser transferido para o recinto do mercado de levante.

A secção local dos Bombeiros Voluntários de Sesimbra e uma troca de impressões com o comando e a direcção da corporação, constituiu outro dos momentos do programa, o qual contemplou a ainda a deslocação, ao Casal do Sapo, Fontainhas e Courelas da Brava, em ordem a que os membros do órgão deliberativo da freguesia tomassem contacto com a actual fase do processo de reconversão urbanística daquela zona.

Acompanhados pelo Executivo da Junta e pelos vereadores, Felícia Costa e Sérgio Marcelino, titulares, respectivamente, dos pelouros do ordenamento do território, urbanismo, educação e cultura e do pelouro das obras municipais e logística, que em cada um dos locais por onde passou a comitiva, prestaram esclarecimentos e facultaram a correspondente informação de carácter técnico acerca das diferentes situações constantes do programa.

O roteiro da referida jornada registou ainda durante a manhã, uma passagem pelo Cabeço do Melão, zona onde está prevista a criação de um miradouro sobre a Arrábida; o espaço onde será instalada a nova escola básica, com a criação de bolsas de estacionamento na área envolvente visando responder às necessidades dos moradores; o estádio multiusos de areia; o fitness parque e o parque canino, recentemente construídos e colocados à disposição da comunidade quintacondense, assim como uma deslocação ao parque ecológico da Várzea.

Um encontro com os membros da administração de diversas AUGI (Área Urbana de Génese Ilegal) das zonas mais periféricas da Freguesia e outro com a direção da Cercizimbra ocupou o período da tarde, no decurso do qual os responsáveis das citadas administrações, deram conta das inquietações que os assaltam e das dificuldades com que se debatem para levar a bom porto a sua missão, enquanto os responsáveis da aludida instituição de solidariedade social expressaram a sua preocupação e informaram das diligências efectuadas ao longo dos últimos anos, visando a conclusão do processo de edificação do Lar Residencial e Centro de Atividades Ocupacionais, iniciado na década passada, mas cujos trabalhos acabaram por suspender devido à crise que assolou o país a partir de 2009.

A jornada encerrou com a apresentação do projecto de criação de um corredor pedonal atravessando parte significativa da Freguesia, tendente a promover a requalificação da área envolvente à Estrada Nacional 10, até à estação de comboios, com a realização de um vasto conjunto de obras visando a mobilidade dos cidadãos.