Alunos da freguesia assistem a demonstrações de várias valências da Guarda Nacional Republicana

Alunos da freguesia assistem a demonstrações  de várias valências da Guarda Nacional Republicana

A Junta de Freguesia e o Destacamento Territorial de Setúbal da Guarda Nacional Republicana proporcionaram às crianças dos estabelecimentos de ensino do 1º ciclo da Quinta do Conde uma manhã diferente com a demonstração de algumas das valências mais apelativas da corporação e a possibilidade de experimentarem alguns dos equipamentos daquela força policial.

A iniciativa integrada no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Criança trouxe ao espaço envolvente da autarquia cerca de um milhar e meio de jovens dos estabelecimentos de ensino da freguesia, possibilitando a muitos um curto passeio de cavalo, observar a actuação das equipas cinotécnicas em matéria de dectação de droga, a desactivação  de explosivos, ou o contacto com  os bons procedimentos nos domínios da preservação da natureza e das boas práticas ambientais e de segurança rodoviária.

De acordo com o Capitão Rui Quintinha, Comandante do referido destacamento, esta ação proporcionada às crianças da Quinta do Conde, constitui uma das regulares actuações da GNR tendentes a sensibilizar os cidadãos mais jovens para a intervenção desta força de segurança, quer em matéria de segurança rodoviária, quer no que se reporta à manutenção da ordem pública, ou ainda à salvaguarda de pessoas e bens.

Segundo ainda o referido oficial “trata-se de uma prática habitual, embora com menos valências, contudo, a circunstância de reunirmos no mesmo espaço toda a comunidade educativa da localidade permitiu-nos reunir um conjunto de oito das valências que integram a actividade quotidiana da GNR em ordem mostrar aos alunos o trabalho que realizamos nas diferentes áreas em que a nossa intervenção se expressa, para que melhor entendam a nossa função.”

Alias, sublinha ainda Rui Quintinha, “a maior parte das vezes em que os cidadãos contactam com os nossos militares, ocorre em momentos em que se encontram em situações difíceis, razão pela qual entendemos ser esta uma das formas de atenuar alguns estigmas, propiciando, através dos mais novos, reduzir alguns anátemas, esbater eventuais sentimentos de desconfiança e facilitar o contacto entre as populações e esta força policial.”

Satisfeito com o acolhimento manifestado pela Junta de Freguesia, pelos agrupamentos escolares nela sediados e pelo entusiasmos das crianças que assistiram às diversas demonstrações realizadas ao longa da manhã de 3 de Junho, no espaço adjacente à sede da autarquia, o comandante do aludido destacamento, salientou igualmente que “o modo como tudo correu e a adesão registada por parte de todos os parceiros, estimula-nos a que depois desta experiência, possamos efectuar idênticas iniciativas em anos futuros, se acaso houver interesse das vária entidades que colaboraram neste evento.”