Junta da Quinta do Conde e Câmara de Sesimbra reuniram com o movimento associativo da Freguesia

Junta da Quinta do Conde e Câmara de Sesimbra reuniram com o movimento associativo da Freguesia

Colher a opinião dos dirigentes das colectividades sobre as iniciativas a incluir no plano de actividades da Junta de Freguesia da Quinta do Conde no próximo ano e a apresentação da proposta do novo regulamento municipal de apoios ao movimento associativo, constituíram o tema de um encontro com os dirigentes das colectividades locais.

A reunião, efectuada a 23 de Outubro, no salão da referida freguesia contou, por isso, com a participação de vários elementos do executivo camarário, entre os quais Francisco Jesus, presidente da edilidade sesimbrense, que enunciou os motivos que presidem à aludida proposta, a qual “visa tornar mais apelativo o quadro de ajudas conferido às agremiações, dotando-o de maior eficácia”.

Segundo o edil trata-se de “um instrumento que tende a valorizar o funcionamento das associações, em ordem a assegurar o seu regular funcionamento e aumentar a sua autonomia, agilizando o processo de decisão camarária aos pedidos de que são formulados, quer no plano financeiro, quer em matéria de apoio logístico, uniformizando o relacionamento com a autarquia sem deixar de responder às exigências legais”.

Explicitando os critérios de atribuição de vasto conjunto de apoios autárquicos, tanto a eventos regulares como a actividades pontuais, aquisição de bens, equipamentos e obras, o responsável camarário salientou ainda ser intenção do município começar a aplicar este instrumento no inicio do próximo ano, razão pela qual solicitou aos dirigentes associativos que expressem a sua opinião quanto aos vários aspectos do documento logo que este entre em período de apreciação pública, a fim de que possam ser analisadas em tempo útil.”

No decurso do encontro, Vítor Antunes, presidente da Junta de Freguesia quintacondense, referiu que a par da apresentação do aludido regulamento apresentado pelo executivo camarário, “este encontro, realizado anualmente com as colectividades e associações da freguesia, visa ainda recolher os seus contributos quanto à elaboração do plano de actividades a levar a efeito no próximo ano”.

Neste sentido, salientou, “temos a perspectiva de levar a efeito, tal como sucedeu em anos anteriores, um vasto leque de iniciativas, entre elas, o Concerto de Ano Novo, o Desfile de Carnaval, as Comemorações do 25 de Abril, o Prémio de Ciclismo Juvenil, a Festa da Família e das Tradições, os Santos Populares e o Festival do Caracol, entre outras, mas gostaríamos que nos transmitissem, logo que oportuno, as vossas sugestões quanto às realizações que entendem também poderiam integrar o calendário de eventos que a autarquia promoverá em 2020.