Dê sangue, este sábado, 21 de Dezembro, na Voz do Alentejo

Dê sangue, este sábado, 21 de Dezembro, na Voz do Alentejo

Prestes a findar o ano de 2019, um período festivo que acentua o espírito de solidariedade e proximidade entre as pessoas, a Junta de Freguesia dá os parabéns ao Movimento Associativo pelo trabalho desenvolvido, também no campo da ação social, na Quinta do Conde, ao longo de todo ano, de todos os anos.

É neste sentido que reconhecemos a importância das dádivas benévolas de sangue, que na Quinta do Conde se têm organizado desde há 26 anos. Foi a criação do Grupo Folclórico e Humanitário do Concelho de Sesimbra, em outubro de 1993, com as duas funções distintas – a primeira como o nome indica, para promoção das práticas folclóricas e etnográficas da nossa região, a segunda e não menos importante, a organização de dádivas benévolas de sangue, em colaboração com o IPST – Instituto Português do Sangue e da Transplantação, com a criação de um grupo de dadores na Quinta do Conde.

Sobre esta última atividade, a associação tem desenvolvido anualmente várias sessões de colheitas. Observamos que a partir de 2018 se começou a verificar novo aumento de inscritos para as dádivas, registando o Grupo Folclórico e Humanitário, mais de cem inscritos na sua base de dados. Mas observamos também que a participação nas sessões de colheita não reflete o número de habitantes da Quinta do Conde.

Consequentemente, ciente da importância do envolvimento cívico nesta prática humanitária, a Junta de Freguesia associa-se no apelo à participação dos quintacondenses, já no próximo sábado 21 de dezembro, na Voz do Alentejo (Rua Senhor das Chagas, lote 808, Boa Água 1, perto da Igreja da Nª Srª da Boa Água), entre as 15h00 e as 19h00. Para participar basta ter idade igual ou superior a 18 anos, ter pelo menos 50kg, apresentar o cartão de dador (caso tenha) ou o documento de identificação.