Quinta do Conde evoca Sophia

Quinta do Conde evoca Sophia

Na manhã do próximo sábado, 7 de Dezembro, realiza-se junto ao Mercado Municipal da Quinta do Conde um conjunto de eventos que visa assinalar o centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen.

Ao descerramento da placa com o topónimo “Jardim Sophia de Mello Breyner Andresen” no espaço verde a nascente do Mercado Municipal da Quinta do Conde, junta-se a inauguração de um mural alusivo à vida e obra de Sophia, da autoria do artista GonçaloMar, inspirado nos poemas “Um Dia” e “Porque”, e de uma escultura, criada por Hugo Maciel, baseada nos contos “A Floresta” e “A Árvore”.

Antes disto o ator Vítor de Sousa, acompanhado pela harpista Emanuela Nicoli, recita alguns dos poemas da escritora.

A manhã é ainda preenchida pelas iniciativas Para Si, com Carinho…, onde a poesia de Sophia é dada a conhecer ao público que circula pelo Mercado, e uma sessão do projeto Momentos com Histórias sobre “A Árvore”, dirigida ao público infantil.

Nascida no Porto, a 6 de novembro de 1919, Sophia de Mello Breyner Andresen foi um dos grandes vultos da cultura portuguesa do século XX. Para além da sua obra literária, destacou-se na oposição ao regime salazarista e à guerra do Ultramar, foi apoiante do general Humberto Delgado e fundou a Comissão Nacional de Apoio aos Presos Políticos. Em 2014, uma década depois da sua morte, o seu corpo foi trasladado para o Panteão Nacional, com honras de Estado.

A iniciativa é das autarquias (Câmara Municipal de Sesimbra e Junta de Freguesia da Quinta do Conde) que convidam os quintacondenses a participar neste evento evocativo de uma Mulher, um grande vulto da nossa História nos domínios da cultura e da cidadania.