Município de Sesimbra atento às consequências da epidemia

Município de Sesimbra atento às consequências da epidemia

A Câmara Municipal de Sesimbra aprovou, em reunião extraordinária no dia 25 de janeiro, medidas no âmbito do Plano de Emergência Alimentar destinadas a agregados familiares em situação de vulnerabilidade, que incluem o fornecimento de refeições gratuitas para os escalões A e B da ação social escolar.

As refeições escolares são entregues em regime de take away nas escolas frequentadas pelos alunos durante o ano letivo.

Mantém-se também o apoio para cabazes alimentares destinados a famílias sinalizadas pelo município, em parceria com Centro Paroquial do Castelo, Centro Comunitário da Quinta do Conde, Santa Casa da Misericórdia de Sesimbra, Casa do Povo de Sesimbra e o Grupo Encontra-a-Esperança.

Foi aprovada ainda uma verba adicional destinada ao Centro Paroquial do Castelo e o Grupo Encontra-a-Esperança, da Quinta do Conde, para fazer face a situações que não estejam sinalizadas, até que estas possam ser integradas na rede de apoios. Estes apoios poderão ser reforçados se o cenário assim o exigir.

Estes apoios já tinham sido atribuídos pela Câmara Municipal durante o Estado de Emergência decretado em março de 2020, sendo agora novamente implementados e reforçados para responder às necessidades sentidas pelas famílias no decurso da pandemia e do atual confinamento.

A Câmara Municipal de Sesimbra disponibiliza uma linha telefónica para pessoas em situação de desemprego que procuram informação, apoio e encaminhamento.

93 998 06 17 | Castelo e Santiago

93 998 27 74 | Quinta do Conde

A Câmara Municipal criou ainda três outras linhas telefónicas para resposta no atual contexto de pandemia:

– Linha de Apoio Psicológico | 93 206 41 20
– Linha de Apoio Social | 93 200 30 27
– Linha de Apoio a Micro, Pequenos e Médios Empresários | 21 249 28 13 | 21 249 06 17